Blog

Arquitetura do Abraço / Casa com Alma  / A importância e o significado dos objetos que decoram a sua casa

A importância e o significado dos objetos que decoram a sua casa

Você conhece a filosofia Wabi-sabi? Nela, aceitamos a imperfeição, a assimetria, a irregularidade e a modéstia como reais atributos de beleza. Confira!

‘A Alma da Casa’, de Jane Alexander é um dos livros que mais inspiram a Arquitetura do Abraço e o nosso jeito de trabalhar. Nele, a autora diz que “os objetos carregam efetivamente uma carga especial, quando neles há um significado profundo e ressonante em nós”.

O conceito do nosso trabalho tem tudo a ver com a citação acima. Ele  passa pela valorização da história de cada objeto e espaço dentro das nossas casas e embora a gente não seja completamente adepta da filosofia do Wabi-sabi, alguns de seus atributos têm muito a ver com o que a gente pensa.

Para quem não sabe, o Wabi-sabi é uma filosofia oriental que significa aceitar a imperfeição, a assimetria, a irregularidade e a modéstia como reais atributos de beleza. É a filosofia que nos mostra que a beleza está em tudo, até nas coisas mais insignificantes da vida, mesmo que estas estejam repletas de falhas e rachaduras. Em uma tradução livre, podemos dizer que “wabi” é a simplicidade, a elegância e o rústico e o “sabi” significa a beleza adquirida com a idade, do desgaste e das rugas do tempo.

Embora a gente não seja necessariamente uma seguidora radical do estilo de vida Wabi-sabi, no nosso trabalho a gente sempre incentiva os nossos clientes a não descartar aquele móvel “velho”, aquela louça quebrada, ou aquele tapete de tamanho “inadequado”, pois eles carregam parte da história que vivemos, e essa história é única e por ser única possui muita beleza. Essas peças podem ganhar novos usos e diferentes funções para se adequar melhor ao ambiente.

No ambiente certo, as peças gastas por anos de uso ganham uma atmosfera particular de empatia e conforto emocional, são companheiros de uma casa, testemunhos de uma vida. Para essa filosofia, os ambientes devem ser minimalistas, orgânicos e modestos, com elementos que sejam essenciais quanto a sua utilidade, beleza ou sensações que nos trazem por conta de parte da história que contam de nós mesmos.

Porém, diferente do que a gente acredita, as paletas de cores utilizadas no Wabi-sabi passam por tons de branco e terrosos. A gente, ao contrário, gosta de muita cor!

O uso de materiais naturais como madeira envelhecida, cerâmicas, lã, algodão cru, linho, papel de arroz em vez de materiais produzidos por complexos processos industriais também é uma das características do Wabi-sabi.

Gostamos muito de usar objetos feitos a mão e artesanais, principalmente se esses objetos fazem parte da história do nosso cliente, se trazem a eles memórias e sensações agradáveis. O uso de plantas e flores dentro dos ambientes é um dos aspectos que a gente também não somente utiliza, como também achamos que seja fundamental para trazer mais beleza para os ambientes.

Privilegiar a entrada da luz natural e estimular o uso de velas para trazer mais conexão com a intimidade do lar, embora nem sempre seja possível é sempre priorizada. As fotografias, esculturas, desenhos presenteados pelas crianças, todo objeto que traz boas lembranças e sensações é valorizado no nosso trabalho, assim como o Wabi-sabi.

Tanto para a filosofia Wabi-sabi quanto no nosso trabalho, a organização é um importante atributo de equilíbrio, harmonia e beleza, essa é o primeiro convite que fazemos para que a aventura de transformação da casa seja feita. Descartar o que não se usa mais, dar novos usos á velhos objetos, dar para cada objeto o seu lugar particular. Criar beleza na ordem.

Se identificou com alguma dessas características? Quer utilizar alguma delas em sua casa?

Entre em contato com a gente!  Ajudaremos vocês a conseguir isso!

No Comments
Post a Comment